Quem você pensa que é?

O documentário (exit through the gift shop) fala de um cara que filma tudo, desde que sua mãe morreu ele ficou com essa vontade de documentar tudo, mas não fazia nada com as fitas para ele o importante era filmar tudo, eternizando os momentos.

Quando um primo começou a fazer arte nas ruas, ele começou a filmar e achou super legal, e foi filmando cada vez mais artistas.
Até que entraram em contato com ele sobre Banksy, ele conseguiu começar a filmar Banksy, sempre dizia que estava fazendo um documentário.
Certo momento ele começa a brincar de fazer arte de rua também, e se diverte.
Quando chega a hora que Banksy fala assim: precisamos do seu documentário, agora é a hora, termina isso.
O cara vai e faz mas aí eles descobrem que ele não sabia o que estava fazendo e o filme fica terrível.
Aí Bansky fala assim: foca na sua arte.
Pronto, o cara pensou: não vou decepcionar ele. Vendeu tudo, investiu tudo que tinha, fez arte, e além disso fez uma exposição em enorme escala.
Inspirado na grande exposição que Banksy tinha feito antes.

Ele foi criticado por isso pelos artistas que ele tinha filmado antes.
Eu achei incrível o cara, simplesmente decidiu que ia ser artista e pensou “ o que um grande artista faz? “ E foi direto ser um grande artista, pronto.
Fez maior sucesso e vendeu um total de $1 milhão na primeira semana.

Nossa conversa foi assim: “ Pois é… os artistas deviam estar pensando: quem ele pensa que é?
E a reflexão que eu quero compartilhar com você hoje é:
Que na verdade, nós sempre somos exatamente quem pensamos que somos.
Quem você pensa que é?

Comentar faz bem :)