Oi incríveis, 

Lembra o que você naturalmente fazia no começo do relacionamento? 
Você faz isso direto, no começo, super foca nas qualidades da pessoa, você só vê as qualidades e totalmente ignora as partes que você acha menos legais. 
 
Aí com o tempo isso muda. Totalmente inverte. 
 
No começo é fácil fazer isso, porque você ainda não sabe muito sobre o outro. 
E como Abraham diz: o erro começa quando você faz a famosa pergunta: 
“Então, conte-me mais sobre você” 
Eles recomendam que seria muito melhor você em vez disso, fazer um acordo de apresentar um para o outro a sua melhor versão. 
E dizem que claro, a maioria das pessoa prefere uma coisa mais real do que isso. 
 
Mas a moral da história é, se você escolher focar nas partes que você gosta. 
Você vai estar se treinando pra continuar vendo o que você gostaria de ver. 
 
Um exemplo do Abraham: 
 
Jerry disse pra Esther, agora que você está usando minha pasta de dentes.
Eu gostaria de comentar sobre como minha pasta de dentes costumava ser mantida em perfeito estado. 
 
Esther: Desculpe. 
 
Ela não podia mudar esse aspecto da personalidade dela, sobre a pasta de dentes, de um dia pro outro. 
 
No dia seguinte ela fez de novo mas nem percebeu que tinha feito isso. 
Foi um ato de costume. Esse é o relacionamento que ela sempre teve com os tubos de pasta de dentes a vida toda. 
 
Mas agora, dessa ver que Jerry viu isso…
Porque da primeira vez, ele entendeu… 
Agora dessa vez, parece que foi de propósito.
 
Então, lá vem o Jerry, segurando seu tubo, sofrido. Encarando Esther. 
E Esther disse: Por favor, me diga que essa não vai ser a base do nosso relacionamento, porque eu não acho que vou conseguir mudar isso. 
 
E eles riram e depois disso Esther comprou o próprio tubo e eles viveram felizes para sempre.
 
Moral da história, não deixe essas coisas interferirem no relacionamento. 
E você não deve pedir algo, nem que seja algo tão simples, que o outro precise mudar para você se sentir melhor. 
Deixe o outro ser quem é. 
 
Foque nas partes que você gosta. 
Ignore as partes que você não gosta. 
 
Porque no momento que você insinua que sua felicidade depende das ações do outro, e são  ações que  eu não posso controlar e aparentemente você também não…fica difícil demais. 
 
Foca no que funciona no seu relacionamento. 
Assim, as partes que não funcionam vão desaparecer. 
___
Então, pra quem está perguntando se posso fazer 55x5 ou Salto quântico focada em melhorar o meu relacionamento, eu recomendo fazer esse exercício: 
Liste tudo que você gosta na pessoa, tudo que te atraiu nela, tudo que você admira e aprecia. Se quiser pode até enviar essa lista pra pessoa. 
 
É muito importante se sentir apreciado/valorizado pelo outro. Isso muda toda a energia do relacionamento. 
Aprecie mais. Elogie mais. Agradeça mais. 
 
Eu sei que tem casais que fazem os exercícios de gratidão todos os dias, um falando pro outro a lista de agradecimentos do dia. Acho essa prática muito poderosa. 
 
___
 
Agora voltando para as dicas do Abraham, sobre quando uma discussão está começando, o que fazer? 
Eles recomendam: parar, e se afastar. Sempre. 
Assim que você perceber que isso vai ser tornar uma discussão. 
Para. Sai do local, vai fazer outra coisas. Resolve isso em você. 
Porque a base de qualquer argumento é você sabendo que “ Eu devia ser me sentindo bem, mas não estou, e a culpa é sua”
Faça questão de se sentir bem, nunca tenha a expectativa de que o outro vai fazer isso por você. 
 
___
 
Vocês não tem que ficar tentando um mudar o outro. 
E sim saber mudar você, focar em você, em ser a sua melhor versão. 
Assim vocês não tem que ficar se defendendo um do outro. 
E sim curtindo juntos. 
___
 
A sua felicidade é responsabilidade sua. 
 
Abraço e pulinhos, 
Juli. 

Comentar faz bem :)